Amor

5 VANTAGENS DE UM RELACIONAMENTO ABERTO

Amor

Algumas pessoas não são adeptas aos relacionamentos tradicionais e não conseguem se manter fiel a uma única pessoa. Apaixonar-se parece ser o pior dos pesadelos. Ele gosta da mulher, quer ficar com ela, não quer machucá-la e, ainda assim, não consegue se fechar a uma única relação.
Porém, como disse antes, você está apaixonado e não quer ferir os sentimentos da mulher. Envolver-se com outras pessoas sem que a mulher saiba é traição e, eventualmente, ela poderá descobrir. O que jogaria toda a relação de vocês por água abaixo.
Neste caso, propor um relacionamento aberto pode ser uma boa opção: você resolverá o seu problema e suprirá a vontade de ficar com outras mulheres sem que isso afete a sua relação principal.
O “amor livre” tem sido cada vez mais comum. Vários casais vêm adotando essa forma de relacionamento que, algumas vezes, acaba fortalecendo a relação. Confira abaixo 5 vantagens de um relacionamento aberto e, quem sabe, você não acaba se convencendo de propor um.
1. Você poderá se envolver com outras mulheres sem culpa
A primeira coisa que todo mundo pensa quando o assunto “relacionamento aberto” é abordado é o fato de você ter a permissão para se envolver com outras mulheres, sem culpa nenhuma. Essa é uma das maiores vantagens deste tipo de relação.
Sejamos francos, se você está namorando e sente uma enorme vontade ficar com outra mulher, é bem provável que você concretize o ato. Mas a culpa que você carregará por ter feito isso não é pequena e, caso a mulher descubra, as chances de um término são enormes.
Em um relacionamento aberto, porém, a culpa é inexistente. Afinal, você está fazendo tudo com o consentimento da sua namorada.
2. Você não será traído
Um dos maiores medos de qualquer homem que está namorando é o de ser traído. Todo mundo conhece um homem “corno” e, vamos combinar, ganhar um par de chifres durante um relacionamento não faz nada bem para o currículo.
“É importante lembrar que um relacionamento aberto não é tão simples de ser mantido. Exige honestidade, maturidade, confiança e, sobretudo, controle emocional…”
Mas se você está em uma relação aberta, as chances disso acontecer são nulas, já que você consentiu com o fato da sua companheira se envolver com outras pessoas – afinal, você está fazendo o mesmo.
3. O relacionamento não cai na rotina
Um dos grandes motivos que levam um casal a considerar um relacionamento aberto é o fato do namoro ter esfriado ou caído na rotina, o que é bem comum de se acontecer depois de um tempo juntos.
No relacionamento aberto, isso não acontece. Vocês não passarão todo o tempo livre juntos, se envolverão com outras pessoas e passarão por novas experiências.
4. As brigas do casal diminuem drasticamente
Brigas de casal são coisas comum de acontecer, algumas até fortalecem a relação momentaneamente, mas, com o tempo, o desgaste que elas causam pode ser crucial para levar o relacionamento ao fim.
Em um relacionamento aberto, o casal concorda com o fato do companheiro se envolver com outras pessoas e o fator ciúme, protagonista de muitas brigas, deixa de existir. Talvez ainda exista, mas não pode ser motivo de desconfiança.
5. A confiança entre o casal aumenta
A confiança é um dos pontos primordiais de qualquer relação, principalmente no relacionamento aberto, já que ela é testada a todo momento.
Ao adotar o “amor livre”, o casal está reforçando os laços de confiança de uma forma surpreendente. Eles confiam no companheiro a ponto de deixá-lo se envolver com outras pessoas, sem medo que isso afete o relacionamento “principal”.
Um casal que se gosta não precisa acabar com o relacionamento que possuem pelo simples fato de não conseguirem manter a monogamia. Se esse for o seu caso, esteja disposto a cogitar a ideia de uma relação aberta. O sentimento continuará o mesmo e o namoro continuará sério, mas a “permissão” para ambos se envolverem com outras pessoas tornará o fardo do relacionamento muito mais fácil de ser carregado.
Mas é importante lembrar que um relacionamento aberto não é tão simples de ser mantido. Exige honestidade, maturidade, confiança e, sobretudo, controle emocional – afinal, você estará disposto a saber que a sua companheira está se envolvendo com outros homens e isso pode te atormentar bastante. Então, pense bem antes de propor.

Fonte: https://atitude.com/5-vantagens-de-um-relacionamento-aberto/

13 SINAIS QUE CIENTIFICAMENTE COMPROVAM QUE VOCÊ ESTÁ APAIXONADO!

amor (1)

Às vezes, você pode achar que está apaixonado, mas não está. A ciência tem como te dizer – ou pelo menos é o que alegam cientistas que dizem ter identificado exatamente o que significa “se apaixonar”.
Pesquisadores liderados pela antropóloga Helen Fisher da Universidade Rutgers (EUA) descobriram que um cérebro apaixonado é muito diferente de um que apenas experimenta uma mera luxúria, bem como do cérebro de alguém que está em um relacionamento de longo prazo.Fisher, uma das maiores especialistas sobre base biológica do amor, revelou que a fase “apaixonada” no cérebro é um período único e bem definido de tempo, e há 13 sinais reveladores de que você está nela. Confira:
13. O único
Quando você está apaixonado, começa a pensar que seu amado é o escolhido, o único certo para você. A crença é acoplada a uma incapacidade de sentir a paixão romântica por outra pessoa. Fisher e seus colegas acreditam que esta mentalidade resulta em níveis elevados de dopamina – uma substância química envolvida na atenção e foco – no seu cérebro.
12. Ele(a) é perfeito(a)
As pessoas verdadeiramente apaixonadas tendem a se concentrar nas qualidades positivas de seu amado, ignorando seus traços negativos. Também se concentram em eventos triviais e objetos mundanos que lembram seu amado, sonhando acordados com essas pequenas lembranças e momentos preciosos. Esta atenção concentrada também resulta em níveis elevados de dopamina, bem como de norepinefrina, uma substância química associada à memória aumentada na presença de novos estímulos.
11. Desastre emocional
Se apaixonar notadamente leva a uma instabilidade emocional e fisiológica. Você salta entre alegria, euforia, aumento da energia, insônia, perda de apetite, tremores, coração acelerado, respiração acelerada, bem como ansiedade, pânico e sentimentos de desespero quando seu relacionamento sofre até mesmo o menor contratempo. Essas mudanças de humor são bastante parecidas com o comportamento dos viciados em drogas. De fato, quando pessoas apaixonadas veem fotos de seus queridos, as mesmas regiões do cérebro que a de um viciado são ativadas. Estar apaixonado, segundo os pesquisadores, é uma forma de vício.
10. “Superar desafios nos aproximou”
Passar por algum tipo de adversidade com outra pessoa tende a intensificar a atração romântica. A dopamina pode ser responsável por essa reação, já que pesquisas mostram que, quando uma recompensa é atrasada, neurônios produtores de dopamina na região central do cérebro tornam-se mais produtivos.
9. Obsessão
Pessoas apaixonadas dizem gastar, em média, mais de 85% de suas horas acordadas refletindo sobre seu “objeto de amor”. “Pensamento intrusivo”, o termo pelo qual este tipo de comportamento obsessivo é chamado, pode resultar da diminuição dos níveis de serotonina no cérebro, uma condição que já foi associada com o comportamento obsessivo anteriormente. Transtorno obsessivo-compulsivo, inclusive, é tratado com inibidores de recaptação da serotonina.
8. Juntos ou nada

Pessoas apaixonadas regularmente apresentam sinais de dependência emocional em seu relacionamento, inclusive possessividade, ciúme, medo de rejeição e ansiedade de separação. “Gostaria que pudéssemos ficar juntos o tempo todo” é um pensamento comum.

7. Para sempre
Elas também anseiam por uma união emocional com o amado, buscando maneiras de se aproximar mais do seu querido e sonhando com um futuro juntos.
6. Qualquer coisa por você
As pessoas que estão apaixonadas geralmente sentem um forte sentimento de empatia para com seu amado, sentindo a dor da outra pessoa como sua própria e se dispondo a sacrificar qualquer coisa pelo seu amor.
5. Fazer tudo do seu gosto
Apaixonar-se é um sentimento marcado por uma tendência a reordenar suas prioridades diárias e/ou alterar até mesmo suas roupas, maneirismos, hábitos e valores, a fim de se adaptar melhor com os de seu amado.
4. Exclusividade
Aqueles que estão profundamente apaixonados tipicamente sentem desejo sexual por seu amado, mas há fortes ligações emocionais também: o desejo por sexo é acoplado com possessividade, desejo de exclusividade sexual e ciúme extremo quando o parceiro é suspeito de infidelidade. Cientistas sugerem que essa possessividade evoluiu de modo que uma pessoa apaixonada obrigue seu parceiro a rejeitar outros pretendentes, garantindo assim que o namoro não seja interrompido até a concepção.
3. Não é sobre sexo
Enquanto o desejo de união sexual é importante para as pessoas apaixonadas, o desejo de união emocional prevalece. Um estudo descobriu que 64% das pessoas apaixonadas (o percentual é igual para ambos os sexos) discordaram da afirmação: “O sexo é a parte mais importante do meu relacionamento”.
·  2. Fora de controle
Fisher e seus colegas descobriram que os indivíduos que relatam “estar apaixonados” comumente dizem que sua paixão é involuntária e incontrolável.
1. Faísca que apaga
Infelizmente, estar apaixonado geralmente não dura para sempre. É um estado impermanente que ou evolui para um relacionamento codependente de longo prazo, que os psicólogos chamam de “apego”, ou se dissipa – neste último caso, o relacionamento se dissolve. Se existem barreiras físicas ou sociais que inibem os amados de verem um ao outro regularmente – por exemplo, se o relacionamento é de longa distância –, a “fase apaixonada” geralmente dura mais tempo.

Fonte: https://osegredo.com.br/2013/12/13-sinais-que-cientificamente-comprovam-que-voce-esta-apaixonado/

Anúncios
Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s